Clientes reclamam que PicPay concede empréstimo sem checar identidade

 Clientes reclamam que PicPay concede empréstimo sem checar identidade

Ter praticidade na hora de lidar com as finanças sempre foi positivo, mas às vezes pode ser um pouco demais. Clientes do PicPay têm reclamado que o aplicativo concede empréstimo sem verificações de segurança suficientes, principalmente se já houve um pedido anterior.

O que pode ser visto como um jeito de eliminar a burocracia, também é um jeito fácil de golpistas conseguirem pegar dinheiro em nome da vítima sem ter que passar por confirmações de segurança. 

É provável que você também goste:

Três formas diferentes de ganhar dinheiro por meio do aplicativo PicPay

Veja como transferir seu dinheiro do Caixa Tem para o PicPay

Itaú reduz limite do cartão de crédito e revolta clientes

Falta segurança no pedido de empréstimo do PicPay?

O caso ganhou destaque quando um usuário do Twitter, Bruno Pedrolin, reuniu alguns prints de clientes que tiveram empréstimos realizados sem seu conhecimento, em quantias que chegam a R$ 3 mil.

De acordo com relato da equipe do Tecnoblog, o pedido de um segundo empréstimo é mais fácil ainda. Em casos assim, não são solicitados os dados de identidade e nem, ao menos, uma foto como autenticação para que seja liberado o valor. Outro detalhe é que a confirmação por e-mail, que ajuda o cliente a identificar a transação, pode demorar a chegar.

Questionado sobre a segurança, o Picpay reforçou que é regulamentado pelo Banco Central (BC) e segue todas as determinações dos protocolos de segurança de dados.

“Em casos em que há suspeita de uso indevido, o PicPay realiza uma análise minuciosa para responder da forma mais ágil possível para garantir a melhor experiência aos seus milhões de usuários.” argumentou o Picpay ao Tecnoblog.

O que fazer em casos de operações suspeitas na sua conta?

O primeiro passo, segundo especialistas em segurança digital, é bloquear a conta do banco e entrar em contato com o atendimento ao consumidor da instituição. Para garantir a sua segurança, é indicado também que o caso seja relatado à polícia.

Se a instituição financeira não fizer o ressarcimento do valor mesmo após a comprovação de que usaram o seu nome na movimentação da conta, será necessário entrar com um processo. O advogado terá meios legais para conseguir suspender de imediato o contrato deste empréstimo, haja vista que não foi reconhecido por você.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Sidney de Almeida / Shutterstock.com

Carlino Souza

Post relacionados

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.