Copom eleva taxa Selic a 12,75% ao ano

 Copom eleva taxa Selic a 12,75% ao ano

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central elevou, na noite de quarta-feira (4), a taxa Selic de 11,75% ao ano para 12,75% ao ano. A decisão era esperada pelo mercado, e o próprio comitê tinha sinalizado o aumento já no mês de março

O banco central iniciou a alta da Selic em março do ano passado, quando ela estava em 2%. A partir desta data só houve aumentos, sendo o mais recente o décimo seguido. O principal motivo do Copom reajustar a taxa básica de juros é tentar conter a inflação no Brasil.

É provável que você também goste:

Banco do Brasil renova carteira de ações para maio pensando na Selic; confira

Com Selic crescente, taxas de juros de empréstimos estão cada vez mais altas

Selic aumenta novamente e vai para 12,75% ao ano

Em comunicado, o comitê não descarta a possibilidade de elevar novamente a taxa Selic na próxima reunião, que será, provavelmente, em junho.

“Para a próxima reunião, o Comitê antevê como provável uma extensão do ciclo com um ajuste de menor magnitude. O Comitê nota que a elevada incerteza da atual conjuntura, além do estágio avançado do ciclo de ajuste e seus impactos ainda por serem observados, demandam cautela adicional em sua atuação.”

É provável também que o aumento em junho não seja o último, já que a inflação não dá indícios de queda. O Copom reforçou que “os passos futuros da política monetária poderão ser ajustados para assegurar a convergência da inflação para suas metas”, deixando em aberto até quando a crescente da Selic continuará. 

Por conta da inflação, a nova expectativa dos especialistas consultados pelo Banco Central para o Relatório Focus é de que a autoridade monetária precise ainda realizar um reajuste de 0,50 ponto percentual, levando a Selic a 13,25% ao ano.

A Selic influencia os juros de toda a economia brasileira, já que é usada em operações do governo federal e de bancos. Quando a taxa aumenta, o rendimento tanto da conta poupança, quanto de investimentos em renda fixa, mudam.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafastockbr / Shutterstock.com

Carlino Souza

Post relacionados

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.