Elon Musk suspende compra do Twitter temporariamente

 Elon Musk suspende compra do Twitter temporariamente

Quem achou que a polêmica envolvendo a compra do Twitter pelo Elon Musk tinha acabado, estava errado. Nesta sexta-feira (13), pela manhã, o bilionário anunciou a suspensão temporária do acordo feito para adquirir a rede social.

Em um post na sua conta do Twitter, Musk disse que o contrato de aquisição depende da confirmação de que o número de usuários com contas de spam ou falsas na rede está abaixo de 5%, motivo pelo qual a transação estaria condicionada.

É provável que você também goste:

Musk têm motivos para sorrir: Twitter cresce e lucro é sete vezes maior no trimestre

Logo em seguida, o empresário afirmou que “ainda está comprometido com a compra”. 

 

A suspensão temporária pode ocorrer pois, mesmo que acordo da compra tenha sido fechado, a transação ainda não foi efetivada e liquidada.

Elon Musk suspende compra do Twitter e a ações caem

A reação do mercado de ações foi imediata.  Logo após o post de Elon Musk suspendendo a compra do Twitter, a desvalorização da plataforma chegou a 19%. Depois da segunda declaração do bilionário até agora, o valor dos papéis da rede social retrocedeu, mas ainda está em baixa de 12,57% na Nasdaq, a bolsa de valores de Nova York.

O número de perfis fakes divulgados pela administração da rede foi de 229 milhões de usuários no primeiro trimestre do ano. Aparentemente, para Musk, esse é um ponto crucial para a transação. O bilionário já fez declarações onde falou que reduzir o número dessas contas é um dos principais motivos para comprar do Twitter.

No final de abril, Musk fez o anúncio do acordo para comprar a rede social por US$ 44 bilhões. Para reunir a quantia, o empresário Elon Musk teve que arrecadar US$ 7,139 bilhões com 18 investidores parceiros.

A lista de investidores inclui Brookfield, Fidelity Management & Research, Qatar Holding, Lawerence J. Ellison Revocable Trust e a corretora de criptomoedas Binance. Além dos valores da dívida, se a compra fosse cancelada, Musk ainda teria de pagar os funcionários da rede social para compensar a remuneração baseada em ações.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Instagram e Twitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Joshua Hoehne / Unsplash.com

Carlino Souza

Post relacionados

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.