Mais de 37 mil idosos negociaram débitos com primeira parcela do 13º salário

 Mais de 37 mil idosos negociaram débitos com primeira parcela do 13º salário

De acordo com a plataforma Serasa Limpa Nome, desde que o adiantamento da primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começou a ser liberado, pelo menos 37 mil brasileiros com mais de 60 anos efetuaram acordo de dívidas.

Em março, a Serasa realizou uma pesquisa que indicou que 35% das pessoas que têm a estimativa de receber uma quantia extra desejam usar o valor para efetuar o pagamento de dívidas, segundo Thiago Ramos, gerente da entidade.

É provável que você também goste:

Mudanças na análise do INSS geram sobrecarga em servidores e não diminuem filas

40% das mulheres empreendedoras buscam independência financeira, segundo a Serasa Experian

1,7 milhão de dívidas em atraso foram renegociadas no Mutirão em março, segundo o Banco Central

Recorde de famílias endividadas

No dia 2 de maio, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou um levantamento que aponta que, alavancado pelo maior uso do cartão de crédito, a quantidade de brasileiros endividados alcançou um novo recorde em abril.

O relatório informou que 77,7% das famílias encerraram o mês com alguma dívida, sendo que em março foi 77,5%.

Portanto, comparando com abril de 2021, quando a porcentagem de envidados era 67,5%, o aumento foi de 10,2 pontos percentuais.

Dívidas mais comuns

A única modalidade que apresentou aumento no endividamento em abril foi o cartão de crédito, que representa 88,8% de famílias com dívidas, o que mostra que o endividamento está acontecendo no consumo de curto prazo. As outras principais dívidas apresentadas foram:

  • Carnês de lojas – 18,2%;
  • Financiamento automotivo – 11,2%;
  • Crédito pessoal – 9,4%;
  • Financiamento de casa – 8,3%.

13º salário do INSS

A antecipação da primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas do INSS teve início no dia 25 de abril, quando os segurados que recebem até um salário mínimo (R$ 1.212,00) tiveram o abono liberado, depois foi a vez dos que recebem acima do piso receberem a partir do dia 2 de maio. 

O pagamento da primeira parcela foi encerrado no dia 6 de maio. Agora, os segurados aguardam a segunda parcela, que será paga a partir do dia 25 de maio.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal no YouTube e em nossas redes sociais, como o  Facebook, Twitter, InstagramTwitch. Assim, você acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Lais Monteiro / Shutterstock.com 

Carlino Souza

Post relacionados

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.