Planejamento Financeiro: dicas para organizar suas finanças

 Planejamento Financeiro: dicas para organizar suas finanças

Começar o ano com um excelente Planejamento Financeiro pode ser o ponta pé inicial para uma reviravolta financeira positiva nos demais meses subsequentes. Ferramentas de gestão, planilhas e metas são apenas algumas das pautas que iremos abordar neste artigo.

Sonhos e mais sonhos, tal como da casa própria são apenas algumas das metas mais populares em todo início de ano; entretanto, nada vem por acaso, é necessário dedicação e disciplina para alcançar todas as metas e objetivos.

O que é o Planejamento Financeiro?

O termo planejamento financeiro pode ser definido de inúmeras maneiras, entretanto, podemos entender como o melhor controle dos gastos pessoais. Gerindo as finanças com mais estratégia e inteligência, a fim de alcançar algum objetivo.

Em geral é usado a fim de alcançar metas, realizar investimentos e pode se encaixar em diversas outras vertentes do gênero; e tudo isso conta com o auxílio de ferramentas de gestão financeira, que serão apresentadas logo mais.

Ferramentas de planejamento financeiro

Todas as demais dicas estão enquadradas nesta principal: ferramentas de gestão financeira. Visto que ao ter o auxílio de uma ferramenta financeira, os controles e dados serão mantidos e disponibilizados com mais segurança e clareza.

Das diversas presentes no mercado, recomendamos o uso do Trello. Uma ferramenta gratuita que cria tarefas, cronogramas e planejamento estratégico. Bastante utilizado em empresas e equipes de vendas.

Com design bastante intuitivo e que leva o usuário a um outro patamar de organização pessoal; o Trello pode ser acessado através deste link.

Leia mais: comprar imóvel financiado ou à vista?

Defina metas

Para alcançar determinado objetivo, é necessário traçar metas diárias a serem cumpridas, a fim de chegar no tão sonhado.

Desse modo, defina metas e objetivos, após isso, trabalhe arduamente o ano inteiro, organizando e guardando dinheiro, a fim da realização delas; entretanto, preste bastante atenção no termo destacado!

Atenção: defina metas realistas

Não adianta definir metas mensais surreais, trace metas realistas e assim veja de fato o barco sair do porto e ir navegando em alto mar.

Acompanhe a evolução

A cada dois meses é importante parar e analisar a fim de discernir se de fato o objetivo ou plano de economia está dando certo; visto que as metas a serem cumpridas não necessariamente irão implicar em guardar dinheiro diretamente, mas em economizar, e consequentemente, terá dinheiro de verdade para guardar.

Um planejamento financeiro bem sucedido não se define quando se guarda dinheiro que seria utilizado para algo necessário; mas quando se guarda dinheiro que seria usado para coisas desnecessárias!

Desse modo, acompanhar as metas de período em período é o ponto chave para fazer os possíveis ajustes necessários; a fim de melhorar os pontos negativos e reforçar os positivos.

Atenção: jamais mude seu objetivo, melhore suas metas!

Afinal, é apenas isso?

Fazer o feijão com arroz na maioria dos casos é o suficiente. Muitos querem ir com muita sede ao pote, e acabam se frustrando por não conseguir ter um bom planejamento financeiro; entretanto, fazendo o básico já irá trazer benefícios surpreendentes.

Visto que de pouco a pouco o pequeno torna-se grande; ou seja, tenha objetivos e trace metas para alcançá-los; e por fim, use ferramentas de gestão financeira para ter um melhor controle;

Mas jamais se esqueça da manutenção mensal, é importante para melhorar e reforçar pontos; e então, está preparado para começar 2022 com um bom planejamento financeiro? Conta pra nós

Carlino Souza

Post relacionados

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.