Quando ocorre o pagamento do Auxílio Brasil em maio? Veja o calendário

 Quando ocorre o pagamento do Auxílio Brasil em maio? Veja o calendário

O governo federal já liberou o calendário de pagamento do Auxílio Brasil durante o mês de maio. Em suma, todos os beneficiários podem conferir quando vão receber o dinheiro do programa que substitui o antigo Bolsa Família.

Instituído em 2021, o benefício visa auxiliar as famílias de baixa renda e em situação de vulnerabilidade. O benefício segue com pagamento médio de R$ 400 por família. Além disso, ele também dá acesso a outros auxílios, com o vale gás. Sendo assim, veja o calendário abaixo.

É provável que você também goste:

Confira o calendário de maio do Auxílio Brasil e quem irá receber o benefício

INSS muda regra para concessão do auxílio-acidente; confira os detalhes

O governo vai liberar o 13º salário do Auxílio Brasil em 2022?

Quando ocorre o pagamento do Auxílio Brasil em maio? Veja o calendário

Em suma, o calendário de pagamento do Auxílio Brasil acontece a partir do número final do NIS. Sendo assim, confira abaixo o calendário de pagamento do mês de maio.

Final do NIS Data pagamento
1 18 de maio
2 19 de maio
3 20 de maio
4 23 de maio
5 24 de maio
6 25 de maio
7 26 de maio
8 27 de maio
9 30 de maio
0 31 de maio

Quem receberá o pagamento do Auxílio Brasil em maio?

Em suma, há 3 grupos dentro dos beneficiários que deve receber o pagamento do Auxílio Brasil durante o mês de maio:

  1. Aqueles que já recebiam o Bolsa Família, ganham o novo benefício de forma automática;
  2. Pessoas com cadastro no CadÚnico, mas que não recebiam o auxílio, vão para a espera;
  3. Por fim, as pessoas em situação de extrema pobreza, mas que ainda devem se cadastrar no CadÚnico. Nesta situação, é necessário buscar o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) mais próximo.

Quais regras determinam quem recebe o Auxílio Brasil?

Em suma, para ter direito ao pagamento do Auxílio Brasil, é necessário:

  • Estar em situação de extrema pobreza. Ou seja, ter renda familiar per capita de até R$ 105. Ou ainda, apresentar situação de pobreza – renda per capita entre R$ 105,01 e R$ 210;
  • Ter cadastro no CadÚnico do governo federal.

Ademais, a prioridade do CadÚnico vai para:

  • As famílias com integrantes em situação de trabalho infantil;
  • Com integrantes libertos de situação próxima à de trabalho escravo;
  • Além disso, os Quilombolas também tem acesso ao pagamento do Auxílio Brasil;
  • Ademais, os indígenas também fazem parte da prioridade;
  • Com catadores de materiais recicláveis;
  • Por fim, há outras categorias, quando permitidas e fundamentadas pelo Ministério da Cidadania.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / Shutterstock.com

Carlino Souza

Post relacionados

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.