Teste de voo hipersônico reutilizável acelera o desenvolvimento de tecnologia

 Teste de voo hipersônico reutilizável acelera o desenvolvimento de tecnologia

O teste de voo hipersônico regular, rotineiro e reutilizável no ambiente operacional é um componente crítico e econômico de tecnologias avançadas.

Recuperar a vantagem tecnológica dos Estados Unidos em hipersônicos é um imperativo estratégico. Assim, o Pentágono pediu tecnologias hipersônicas avançadas para combater as ameaças representadas por nossos adversários de grande potência. Os eventos de teste de voo chineses recentemente divulgados e o uso russo de mísseis hipersônicos no conflito em andamento na Ucrânia reafirmam a necessidade urgente de os Estados Unidos acelerarem os testes e a prototipagem de capacidades hipersônicas.

Os líderes do Pentágono descrevem as tecnologias avançadas como capacidades novas e econômicas que fornecem uma vantagem de combate significativa ao combatente que levará anos para uma nação adversária combater. Uma discussão recente em mesa redonda entre líderes da indústria e do Pentágono identificou a necessidade de expandir o acesso aos recursos de modelagem e instalações de teste para adotar uma abordagem de “teste frequentemente, falhe rápido e aprenda” que acelera o campo de sistemas hipersônicos e contra-hipsônicos.

Essa abordagem de teste-falha-aprendizagem deve se concentrar em tecnologias de teste de voo em bancos de teste de baixo custo. O sucesso recente do experimento de voo BOLT II ressalta a necessidade de dados de teste de voo para ancorar abordagens de teste de solo e simulações baseadas em física. O teste de voo hipersônico regular, rotineiro e reutilizável no ambiente operacional é um componente crítico e econômico de tecnologias avançadas.

O BOLT II mostrou a utilidade de usar um foguete de sondagem para atingir rapidamente as altas velocidades Mach exigidas pelos objetivos do teste. No entanto, o teste deve incluir a capacidade de voar em trajetórias operacionalmente relevantes que mantenham as condições de teste por tempo suficiente para coletar os dados necessários das novas tecnologias que estão sendo testadas.

Esse tipo de teste deve ser realizado com frequência para permitir o rápido amadurecimento de tecnologias críticas, como sensores de bordo, materiais e instrumentação, e para permitir que sensores baseados na superfície e no espaço validem sua capacidade de rastrear armas hipersônicas. Além disso, trajetórias operacionalmente relevantes voadas no ambiente hipersônico informam os requisitos e o conceito de desenvolvimento de operações para o combatente. Além disso, o teste com trajetórias operacionalmente relevantes permite o aprimoramento de táticas, técnicas e procedimentos para sistemas ofensivos e defensivos.

Os EUA já se destacaram nesse tipo de teste. Por exemplo, de 1961 a 1969, o X-15 reutilizável realizou 199 voos, 112 dos quais em velocidades hipersônicas. Em um artigo de 1966 intitulado Survey of Operation and Cost Experience of the X-15 Airplane as a Reusable Space Vehicle, James Love e William Young concluíram: “O custo de reforma do X-15, que foi de 3% do custo de um novo X-15 para cada voo [estimado em US$ 8 milhões em dólares de 2022], demonstra uma vantagem de reuso.” Hoje, o custo estimado do teste de voo de um protótipo hipersônico não reutilizável varia de US$ 60 milhões a mais de US$ 100 milhões por teste. A conclusão parece clara e lógica: a reutilização se traduz em acessibilidade, e os EUA exigem um banco de testes hipersônico reutilizável e de baixo custo que voe em trajetórias operacionalmente realistas em um alto ritmo de operações para “saltar à frente”.

As principais responsabilidades do Departamento de Defesa são proteger a Nação, apoiar nossos aliados e parceiros e impedir agressões. Nenhum departamento ou agência dos EUA faz mais para manter essas responsabilidades. No entanto, a atual competição hipersônica global representa uma ameaça urgente à segurança nacional. Testes de voo regulares, rotineiros e reutilizáveis ​​acelerarão significativamente o progresso dos testes de hipersônicos dos EUA e a prototipagem é essencial para combater essa ameaça.

O conteúdo Teste de voo hipersônico reutilizável acelera o desenvolvimento de tecnologia aparece primeiro em TecTecno – Tudo sobre o mundo tecnológico!.

helena

Post relacionados

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.